Facebook Twitter RSS
magnify
formats

Checagem por quilometragem

Cuidar de um carro significa muito mais que apenas abastecê-lo, é preciso preservar seu estado de conservação através de uma manutenção preventiva, revisões, substituição de peças, de acordo com o manual, e reparos, quando necessários.

Sabendo disso, preparamos este post mostrando a partir de qual quilometragem é valido fazer certas manutenções no veículo. Mas lembramos que os períodos aqui especificados são médios.

Até 10.000 KM

Filtro de Ar: Com a função de conter as impurezas do ar aspirado pelo motor, esse filtro trabalha para a eficiência e proteção do motor. Se rodar regularmente por estradas de terra, adiante a troca.

Filtro de Combustível: Responsável por separar as impurezas do álcool, gasolina ou diesel antes que o combustível penetre na câmara de combustão para a queima. Vital para a saúde do motor.

Filtro de Óleo do Motor: Enquanto o óleo em si mantém a lubrificação das peças do motor, o filtro separa do óleo as partículas derivadas da combustão e da fricção das peças internas do motor.

Alinhamento e Balanceamento: Rodas desalinhadas e desbalanceadas provocam, além do aumento do consumo de combustível, a redução da vida útil dos pneus. Tráfego constante por vias mal conservadas pode ser motivo para antecipar o procedimento.

Filtro e Sistema de Ar Condicionado: A manutenção ajuda a prevenir os malefícios de um sistema contaminado, como os danos à saúde dos ocupantes, especialmente se o carro é utilizado para o transporte de crianças.

Aditivo na Água do Radiador: A cada revisão, o aditivo pode ser colocado para garantir a conservação de peças do sistema, como sensores térmicos e válvulas. Depois, é só completar com água, se necessário.

Até 20.000 KM

Fluido de Freio: É ele que transmite a força aplicada no pedal pelos motoristas para as rodas do carro. Com o tempo, é possível que o contato com o ar contamine o fluido com percentual inadequado de água, o que prejudica a frenagem.

Filtro de Combustível: Responsável por separar as impurezas do álcool, gasolina ou diesel antes que o combustível penetre na câmara de combustão para a queima. Vital para a saúde do motor.

 

Até 30.000 KM

Velas e Cabos: Incumbidas da produção da faísca utilizada para a combustão, as velas devem ser trocadas e cabos checados, garantindo a eficiência do funcionamento do motor.

Troca das Pastilhas: Pastilhas são itens de segurança. Seu desgaste depende muito da forma de condução. Antecipe a troca, em caso de atrasos na frenagem, sensação de pouca pressão no pedal e barulhos estranhos.

Até 50.000 KM

Correia Dentada: Uma correia dentada dura, em média, 50 mil quilômetros rodados. Considere a substituição em momento anterior no caso de contato frequente com poeira ou pó abrasivo (minério).

Gostou das informações? Nos acompanhe no Facebook e não perca mais nenhuma de nossas dicas e novidades sobre o mercado automobilístico. Acesse nosso site e confira nossos novos modelos de veículos!

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *